Como a CULTURA HIP-HOP pode ser utilizada na formação de jovens e adolescentes.



A minha história com o movimento Hip-hop se confunde com a minha vida em diversos momentos. Escuto Rap desde sempre, o primeiro grupo que ouvi foi o Detentos do Rap.

Quando ingressei na IDES como estagiário de Serviço Social, percebi que o Rap poderia ser uma ótima ferramenta de trabalho, tal como: a realização de debates, fazendo vários questionamentos sobre as situações levantadas ou, mesmo, as que fazem parte do cotidiano dos adolescentes atendidos pelo Núcleo de Formação e Trabalho – NUFT. Isso possibilitava que os adolescentes falassem de assuntos pertinentes à sua fase de vida de uma forma atraente.

A partir deste ponto, levei a ideia para minha supervisora de campo, que abraçou-a e fomos em frente. Então, escrevi o projeto de intervenção intitulado A CULTURA HIP-HOP: e a relação de conflitos na fase de adolescência, com foco na abordagem dos temas: sexualidade, gênero, racismo, drogas, política e estruturação social.

Nesta fase da vida, na qual ocorrem grandes descobertas e transformações, é de suma importância que os adolescentes tenham oportunidades para discussões e partilha de suas dúvidas, angústias e anseios, bem como recebam orientações para perceberem esta passagem para a vida adulta, sem deixar de viver a adolescência.


Utilizamos como base para as discussões, a cultura Hip Hop, que nos possibilitou fazer várias reflexões, tais como desmistificar o que é Hip Hop e RAP e apresentar suas características básicas.

O Hip Hop é uma cultura que está centrada em quatro elementos: o Break, Grafite, DJ e MC. Também podemos citar a apresentação da cultura Hip Hop com o objetivo de dar base aos adolescentes para refletirem, cada vez que ouvirem o RAP, sobre duas realidades: sua própria e a social,

Este tipo de atividade tem como objetivo principal, o de incentivar os adolescentes a pensarem criticamente sobre a sociedade, suas ações cotidianas e qual seu papel na mesma, proporcionando debates e dando condições para atuarem de forma crítica por meio do RAP.

Joel Nunes da Silva - Estagiário de Serviço Social IDES/ NUFT

#IDES #Florianópolis #NUFT #HipHop #Rap

343 visualizações
Atuamos de forma compatível  à agenda de desenvolvimento sustentável da ONU, em especial
os ODS nº 4, 8, 10 e 16

 IDES: Rua Emílio Blum, 124 - Centro - Florianópolis - Cep. 88020-010 - Telefone: (48) 3224-5008 - E-mail: contato@ides-sc.org.br

© 2016 / 2020  Feito com 🧡 por Marketing IDES - Irmandade do Divino Espírito Santo 

MODS-SC-Selo 2020-PJ-alta.png
8.jpg
ODS 10.jpg
16.jpg