IDES participa da 1º Feira de Aprendizagem Profissional de Florianópolis



A chamada 'Feira de Aprendizagem' já percorreu diversos estados do país e agora chega a Santa Catarina. O objetivo do evento é incentivar as empresas a contratar aprendizes e promover o a inclusão de jovens, através de um dialogo entre empregadores e as instituições formadoras. Para falar mais sobre esse assunto Rodrigo Cardozo conversa com o auditor fiscal do trabalho, Alberto Souza. Veja o vídeo abaixo:


Fonte: Programa SC no Ar


O evento foi idealizado pelo Fórum de Erradicação do Trabalho Infantil de Santa Catarina (FETISC) e pelo Fórum Catarinense de Aprendizagem Profissional (FOCAP).

A previsão é de que mais de 2,4 mil empresas participem das feiras, vistas como uma oportunidade para que os empresários conheçam melhor as instituições responsáveis pela formação profissional dos jovens e os cursos oferecidos para a capacitação dos aprendizes.

Números de vagas de no mercado de trabalho - Em Santa Catarina, existem hoje 29 mil aprendizes disponíveis no mercado do trabalho. Na Grande Florianópolis, são 4.720 à espera de uma oportunidade, sendo 3.100 só na capital, 1.200 em São José, 300 em Palhoça e 120 em Biguaçu.

Nas outras cidades onde as feiras acontecerão, a disponibilidade de jovens é a seguinte: Criciúma (900), Blumenau (1.300), Joinville (2.700), Chapecó (1.200) e Lages (300).

Redução do trabalho infantil – As feiras têm o objetivo de incentivar a contratação de adolescentes e jovens pela Lei da Aprendizagem (10.097/2000) e, dessa forma, coibir o trabalho Infantil em Santa Catarina. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD-IBGE/2015), 2,6 milhões de crianças e adolescentes entre 5 a 17 anos trabalham no Brasil. Deste total, 68% em atividades não-agrícolas e 32% em atividades agrícolas.

Aprendizagem

Lei de Aprendizagem foi instituída pela Lei nº 10.097/2000 e regulamentada pelo Decreto nº 5.598/2005, que determina a todas as empresas de médio e grande porte contratarem adolescentes e jovens entre 14 e 24 anos. Os jovens beneficiários atuam como aprendizes de ofício, ao mesmo tempo em que são matriculados em cursos de aprendizagem, em instituições qualificadoras reconhecidas, responsáveis pela certificação.

A cota de aprendizes está fixada entre 5%, no mínimo, e 15%, no máximo, por estabelecimento, calculada sobre o total de empregados cujas funções demandem formação profissional. Cabe ao empregador, dentro dos limites fixados, contratar o número de aprendizes que melhor atender às suas necessidades.

SERVIÇO:

Feiras de Aprendizagem em Santa Catarina Dia 07/06 Florianópolis - das 9 às 17h30, no Instituto Federal de Santa Catarina (Av. Mauro Ramos, nº 950, Centro)

Fontes: FETISC - Noticenter

#Aprendiz #NUFT

0 visualização
Atuamos de forma compatível  à agenda de desenvolvimento sustentável da ONU, em especial
os ODS nº 4, 8, 10 e 16

 IDES: Rua Emílio Blum, 124 - Centro - Florianópolis - Cep. 88020-010 - Telefone: (48) 3224-5008 - E-mail: contato@ides-sc.org.br

© 2016 / 2020  Feito com 🧡 por Marketing IDES - Irmandade do Divino Espírito Santo 

MODS-SC-Selo 2020-PJ-alta.png
8.jpg
ODS 10.jpg
16.jpg