O mito da caverna e o admirável chip novo

Texto da aprendiz Kaiane Aparecida Colaço.

Educador: Julian.

Muitas vezes o ser humano se torna alienado, pois acaba por acreditar que as sombras da vida, vistas em sociedade, são a sua realidade. O comodismo da vida mundana torna as pessoas alienadas, prisioneiras de si mesmas e alheias às coisas que ocorrem a sua volta.

Porém, ainda existem muitas pessoas que enfrentam seus medos, testam suas limitações, e mesmo convivendo com as sombras da sociedade, conseguem se libertar.


Se as pessoas parassem de viver sob o câmbio automático de suas vidas e passassem a sentir as coisas a sua volta, poderiam, assim, sair desta caverna-prisão e enxergar a luz que paira sobre suas vidas.

Poder sentir o mundo de forma diferente, sentir a liberdade a certo ponto, as cores, as sensações, texturas etc. É a porta de entrada para um novo mundo. O mundo exterior, das ideias verdadeiras. Algumas pessoas sempre irão resistir às mudanças. Mas as que não resistirem, serão contaminadas pela ânsia de novas experiências e certamente buscarão essa liberdade.

Contudo, a caverna seria o mundo em que vivemos e as sombras o que nos distraem nele. Internet, televisão, rádio, revistas, propagandas, tudo isso esconde a realidade em que vivemos.

Os diversos tipos de violência, a fome, drogas, essa também é a realidade e não pode ser deixada de lado, pois é obscura demais e precisa ser mudada.

Questionamentos devem sempre existir. Se tem dúvida, pergunte. Se sabe, argumente.


Não viva em uma caverna de ilusões, busque a luz e não se deixe ser manipulado. Porém, dentre todas as coisas, obter sua liberdade pode ter um preço bastante alto. Na música "Admirável chip novo" da Pitty, encontram-se muitas referências de que o nosso mundo é super-regrado. Então, basicamente, você tem liberdade de ir para onde quiser, vestir-se como quiser, falar e ouvir o que quiser. Mas no fim as suas escolhas terão sempre consequências, e as mesmas podem ser boas ou não! Tudo vai depender de como a sociedade reage às suas ações.


É exatamente isso que deixa as pessoas receosas de correrem atrás de seus sonhos, porque elas foram criadas para obedecer às regras, como meros robôs. Os olhares preconceituosos e a pressão da sociedade fazem as pessoas recuarem. Sem um objetivo e com medo de encarar as coisas de frente, as pessoas acabam se ajustando à ideia de alienação e se escondendo em suas cavernas particulares.

#Opinião

0 visualização
Atuamos de forma compatível  à agenda de desenvolvimento sustentável da ONU, em especial
os ODS nº 4, 8, 10 e 16

 IDES: Rua Emílio Blum, 124 - Centro - Florianópolis - Cep. 88020-010 - Telefone: (48) 3224-5008 - E-mail: contato@ides-sc.org.br

© 2016 / 2020  Feito com 🧡 por Marketing IDES - Irmandade do Divino Espírito Santo 

MODS-SC-Selo 2020-PJ-alta.png
8.jpg
ODS 10.jpg
16.jpg