Os caminhos da aprendizagem

Aprendizagem na IDES


O encaminhamento de adolescentes ao mercado de trabalho, via IDES, ocorre desde a década de 1970, quando a instituição incorporou a Associação Promocional do Menor Trabalhador - PROMENOR. Naquele período, entretanto, não havia uma regulamentação específica para a aprendizagem, ocorrendo essa inserção sem as exigências da atual legislação. Com a aprovação da Lei da Aprendizagem no ano de 2000 e a partir do Decreto nº 5.598/2005, foi necessário a IDES adequar a inserção de adolescentes ao mercado de trabalho, embasada nas orientações legais.


Como principais adequações é possível citar: o cumprimento de carga horária teórica paralela à formação prática; o limite de 04 horas diárias de aprendizagem, de forma a não prejudicar a frequência escolar; o acompanhamento do desempenho do aprendiz junto à empresa, realizando visitas às empresas, atendimentos familiares ou visitas domiciliares, conforme necessidade; orientação às empresas acerca das atividades a serem desenvolvidas pelos aprendizes, não podendo estas prejudicar sua saúde e formação física, moral e psíquica.


Para que este acompanhamento se torne possível, a IDES conta com uma equipe multidisciplinar, composta por: coordenadora, educadores, orientadora educacional, educadora social, assistente social e psicóloga. Ao longo da trajetória da aprendizagem na instituição preza-se pela qualidade no atendimento e acompanhamento aos aprendizes, buscando proporcionar-lhes uma boa experiência de aprendizagem.

Em consonância com a legislação vigente, o objetivo da aprendizagem é capacitar, inserir e acompanhar os adolescentes ou jovens ao mercado de trabalho, proporcionando um processo de formação contínua, assegurando seus direitos trabalhistas e o exercício da cidadania. E ainda, ofertar oportunidades aos adolescentes e jovens (muitos em situação de vulnerabilidade social), preparar as futuras gerações para que se qualifiquem para o mercado de trabalho, coibir o trabalho infantil e a evasão escolar.


O que é a aprendizagem e sua legislação


A aprendizagem profissional tem sua base legal na Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, lei nº 5.452/1943, na Constituição Federal de 1988 e no Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, lei nº 8.069/1990. Popularmente conhecida como primeira inserção no mercado de trabalho, tem como público alvo adolescentes e jovens de 14 a 24 anos, que estudam e trabalham, recebendo formação na profissão para a qual estão se capacitando. Deve cursar a escola regular ou estar matriculado e frequentando instituição de ensino técnico profissional conveniada com a empresa.


O vínculo ocorre por meio de um processo contratual, assegurando ao aprendiz direitos trabalhistas, previstos na CLT. Este contrato prevê o cumprimento de atividades práticas, realizadas na empresa para a qual o aprendiz foi contratado, e atividades teóricas, realizadas em instituições qualificadoras, como a IDES.


Cursos ofertados


A IDES oferta quatro cursos de aprendizagem, através do Programa Formação Aprendiz, sendo eles:

  • SAFC (Serviços Administrativos, Financeiros e Comerciais): a duração do curso é de 16 meses e abrange a faixa etária de 14 a 24 anos. Objetiva contribuir no processo de formação para que o adolescente/jovem alcance habilidades acerca das funções administrativas;

  • Logística: a duração do curso é de 16 meses e abrange a faixa etária de 14 a 24 anos. Objetiva proporcionar a aprendizagem no ramo de logística, transporte e almoxarife.

  • Serviços Bancários - a duração do curso é de 24 meses e abrange a faixa etária de 14 a 18 anos. Objetiva proporcionar aprendizagem que possibilite o adolescente, ao final do curso, desenvolver atividades administrativas, financeiras e bancárias.

  • Tecnologia da Informação (TI) - a duração do curso é de 16 meses e abrange a faixa etária de 14 a 24 anos. O objetivo é preparar os adolescentes e jovens para que possam trabalhar nas diversas áreas da TI, utilizando variadas linguagens de programação.


Os aprendizes realizam a formação prática na empresa contratante, na qual vivenciam no dia a dia como exercer as funções relacionadas ao curso em que estão matriculados e conhecem a dinâmica das empresas. Ao passo que na formação teórica são contextualizadas algumas formas e procedimentos a serem adotados e praticados nas empresas. Entende-se que neste trabalho paralelo, envolvendo a formação prática e teórica, eles aprendem de forma mais participativa. Os conteúdos trabalhados em cada curso de formação seguem uma grade específica, mas além dos relacionados a profissão, a IDES se preocupa também com a formação do indivíduo em relação ao seu convívio com a sociedade e o meio ambiente. Os conteúdos são divididos em módulos entre específicos, sociais e atividades complementares, sendo incorporados também, assuntos da atualidade.


Dentre as atividades realizadas na formação teórica temos algumas visitas em espaços externos, de acordo com o assunto que está sendo discutido. Como exemplo temos a visita em museus, para observação do acervo, formas de armazenamento de materiais, história de determinadas empresas, dentre outros aprendizados experimentados na visitação.


Visita ao Museu Escola Catarinense


Visita Biblioteca do SESC


Os Módulos de serviços administrativos e logística contemplam vários conteúdos que podem ser trabalhados de formas mais lúdicas para um melhor aprendizado. Esse foi o caso desta turma para a qual o educador solicitou que segmentassem os setores de um supermercado e os transformassem em maquetes para uma exposição. Desta forma eles trabalharam também o conceito de produtos e serviços, espaço físico de uma empresa, dentre outros ali aplicados.


Maquete sobre segmentos de um supermercado


No curso de Tecnologia da Informação a grade curricular prevê módulos nos quais os aprendizes exerçam suas habilidades de forma mais interativa, como é o caso de Manutenção de Computadores. Por meio da parceria com a Empresa Rotary Club foi criada uma sala exclusivamente para essa finalidade, sendo que nela há inúmeras peças de computadores para montagem e desmontagem de aparelhos e ferramentas específicas. Através da orientação do educador os aprendizes conhecem cada peça, sua utilidade, forma de funcionamento, quando reutilizá-la ou não, assim como opções de consertos ou descarte.



Parcerias


Hoje a IDES tem parceria com 20 empresas da grande Florianópolis, e busca constantemente abrir novos espaços para inserir adolescentes e jovens no mercado de trabalho.


Ao contratar um aprendiz a empresa tem diversos benefícios, dentre eles podemos citar: vantagens fiscais; dispensa de aviso prévio remunerado; redução para 2% de FGTS e isenção de multa rescisória, resultando também em uma ação de responsabilidade social, o que visa incentivar outras empresas à promoção do direito à aprendizagem, de adolescentes e jovens.


Ao contratar um aprendiz, as empresas em parceria com a instituição qualificadora, inserem no mercado de trabalho profissionais qualificados e comprometidos, pois estão em processo de formação e construção do conhecimento.


A parceria com estas empresas se formaliza por meio de um Termo, acordado entre empresa interessada na aprendizagem e a IDES de forma a legitimar a contratação do aprendiz, para assim o aprendiz ser inserido no mercado de trabalho, já iniciando sua capacitação.


Dentre as empresas parceiras, os aprendizes estão inseridos em diversos segmentos como: saúde, tecnologia, imobiliário, público, educação, terceiro setor e comércio. Abrindo assim, um “leque” de possibilidades e grandes conhecimentos.


Hoje a empresa que se torna parceira da IDES no Programa de Aprendizagem, recebe um selo Empresa Parceira da Aprendizagem e pode utilizá-lo para sua comunicação.



Resultados


Depoimento de Aprendizes:


“Foi uma experiência maravilhosa, onde tive a oportunidade de conhecer pessoas incríveis e aprender muita coisa que irei levar para a vida toda. Como foi meu primeiro emprego não tinha noção de nada e foi a IDES que me acolheu nesse lado. Eu gostava bastante do dia dos cursos e dos educadores, que apesar de ser uma rotina e ser nosso local de trabalho sempre davam um jeito para diversificar a forma de aprender. A minha formação desde o início sempre foi muito, porém eu comecei no final de novembro de 2019 e tive pouco tempo realmente na empresa ou na IDES por conta da pandemia, que logo teve que fechar tudo, mas o pouco que eu vivi nesses lugares foi o suficiente pra eu entender o que é realmente um local decente de trabalho.”

Ex-Aprendiz SAFC


Foi um período de grande aprendizado e amadurecimento. Minha experiência como jovem aprendiz na IDES foi de grande proveito, ótimo apoio educacional, preparatório, pessoal e profissional. Parabéns e agradeço pela oportunidade de ter conhecido esta instituição e ter tido um vínculo com ela. Obrigado.

Ex-Aprendiz Logística


Achei uma boa instituição que sabe acolher e formar jovens. O programa me ajudou muito na questão dessa "vida" dentro das empresas e me ajudou também com o termo responsabilidade com horários e compromissos.

Ex-Aprendiz Logística

Achei ótimo, aprendi várias coisas que eu não sabia. Foi muito bom, todos os tipos de aulas foram ótimos, antes eu tinha muita dificuldade em me expressar em público, hoje em dia não tenho mais problemas com isso. Aprendi a me comportar em uma empresa, aprendi as leis do trabalhador, os benefícios do trabalhador. Foi muito bom, eu aprendi muitas coisas, me desenvolvi muito aqui e na minha agência, sobre críticas eu não tenho nenhuma.

Ex-Aprendiz Bancário

Depoimento Funcionário:

Olá! Meu nome é Carine e hoje sou Orientadora educacional do Programa Formação Aprendiz, faz 2 meses que assumi esse cargo e para mim é uma felicidade muito grande essa realização. Claro que todo mundo fica feliz ao ser promovido, mas essa promoção veio de uma forma muito especial pois desde quando eu fui contratada na IDES esse caminho de crescimento e sucesso já estava traçado e senti isso no meu coração desde o processo seletivo. Eu fiz seleção em duas instituições e o salário da IDES na época era menor do que o da outra empresa, mas eu sabia que na IDES eu teria mais oportunidades e que certamente seria mais realizada profissionalmente devido a seriedade e compromisso com o outro que eu enxerguei nessa instituição. Comecei trabalhando no EducArte como educadora de mídia com crianças e adolescente meio período, mas eu queria algo a mais, um local que cobrasse um pouco mais de mim e assim conheci o Programa Formação Aprendiz no qual desejei de imediato ser transferida por enxergar nele um programa no qual oportuniza os jovens a iniciar a sua vida profissional, demonstrando suas responsabilidades, auxiliando no seu crescimento como pessoa e iniciando o seu perfil profissional e eu gostaria muito de participar desse processo. Com 3 meses de casa surgia a oportunidade de passar para o Formação Aprendiz e trabalhando período integral, me dediquei ao máximo para a vaga almejada e consegui. Após 1 ano e alguns meses como educadora de sala conquistei essa nova posição confirmando assim que eu fiz a escolha certa desde o início. Hoje, para mim, fazer parte da IDES no Formação Aprendiz é muito gratificante, pois tenho a oportunidade de ver o resultado do nosso desempenho através da transformação dos jovens, observar a sua entrada aqui muitas vezes imaturos e com nenhuma ou pouca experiência e a sua saída com mudanças significativas me enche de alegria e dá aquela sensação maravilhosa de missão cumprida. Assim eu resumo a IDES e o Programa Formação Aprendiz a uma só palavra: OPORTUNIDADE!

Depoimento Parceiro:

"A experiência da Casa do Panificador com o Programa Jovem Aprendiz tem sido muito gratificante. Nosso parceiro IDES – Irmandade do Divino Espírito Santo, nos dá o respaldo necessário para recrutamento, seleção, treinamento e acompanhamento dos jovens. Os jovens são recebidos na Empresa como parte da Equipe, incentivados e orientados ao desenvolvimento de novas habilidades e competências, e dependendo das atitudes individuais de cada um, oferecemos novos desafios. Fazemos um atendimento personalizado, onde ouvimos as demandas dos jovens, para entender suas dúvidas e anseios, e as orientações são pontuais. Eles se envolvem no dia-a-dia da Empresa e tem a oportunidade de participar de diversas atividades e processos para seu crescimento profissional. Atualmente temos um colaborador que fez o Programa de Aprendizagem, e ao final deste, foi efetivado na Empresa."

Graziela Regina Zanato - Psicóloga



Florianópolis, 05 de maio de 2021.


Carine Santos de Souza

Orientadora Educacional


Carlise Führ

Assistente Social


Indianara Bianqueto Fogaça

Consultora de Parcerias